Blá blá blá senhores doutores?

Já chega de blá blá blá

E não tentem convencer

Este velho de corrida

Que a vossa filosofia

Cheia de pretensão e vaga ironia

É a melhor da vida

É aposta certa e ganha

Para quem quiser concorrer

Porque aqueles como eu

Que despertam o olhar

Para o teatro do mundo

Esses

Vêem mais fundo

Porque o poeta

Não distingue Doutor de Engenheiro

Não reconhece Padre ou Paneleiro

O poeta

Só vive para ter a certeza

Que a incerteza é companhia

Por isso senhores

Não venham ao fim do dia

Armados em intelectuais

Vocês

E outros que tais

Não sabem o que é

A Poesia.

Isso sim é algo que vale a pena aparecer nos Jornais!

publicado por Luis Linhares às 14:18