Onde a palavra não foi dita

Onde o luar não cessou

Onde o sangue se agita

Onde a coruja voou

Onde os passos se cruzaram

Onde o caminho é secreto

Onde os corpos se juntaram

Onde os lábios estavam perto

Onde o olhar se retorna

Onde o mundo se revela

Onde o breu se transforma

Numa nova aguarela

Onde uma rapariga corre

Descalça à beira do mar

Onde uma vida se escorre

No tempo de te esperar

Aí me vais encontrar

publicado por Luis Linhares às 00:02