Reflecte a Estrela da Manhã

No lago espelhado de outrora

Agora

O tempo é um repouso

E em silêncio, ouso

Adormecer

No lado de lá.

 

Nem um vento se agita

Na paz do mundo

A pena aflita

Descansa.

Que bom adormecer

E não mais escrever

Sou de novo criança.

 

 

 

 

publicado por Luis Linhares às 22:19